Avellar e Almeida


Este Brasão foi requerido ao Imperador Pedro II, foi concedido e passado por Carta de Brasão a 22/11/1881, e está registrado no Cartório da Nobreza e Fidalguia do Império do Brasil, Livro II, folhas 9/11. O Brasão tem um pé de café e uma abelha como arma heráldica e pode ser usado pela Família Avellar e Almeida sem o Coronel (coroa) e a comenda, que são exclusivos do Barão e não são hereditários, conforme as leis de heráldica e do Direito Nobiliárquico: (Fonte Documental: Mário de Méroe, Estudos sobre o Direito Nobiliário, Centauro Editora, São Paulo, 2000, pgs: 25/26).


 Enrico Arantes de Almeida Alonso


 O nome próprio Enrico, deriva de Henrik, a raiz é antiga e teve origem nas brumas do tempo da velha Germânia como Heinrich palavra formada por HEIM que significa Casa ou Pátio e RIHHI que significa Poderoso Príncipe, ou seja, Senhor ou Príncipe da Casa é, em suma, O CHEFE. De Henrik passou a Henricus, em latim e, desta, às variações, Enrico, Henry, Henri, Henrique e outras mais.


 Nascido às 19,15h. de 15/10/2010, dia de Sta Tereza de Ávila


Pai: Felipe Augusto Alonso


Mãe: Ana Tereza Del Grande Arantes de Almeida Fernandes


Avós Paternos: Geraldo Alonso Filho e Ana Regina d’Andretta


Avós Maternos: Aníbal de Almeida Fernandes e Maria José Giordano Del Grande


Bisavós Paternos: Geraldo Alonso e Elza Martorelli


Bisavós Maternos: Aníbal de Barros Fernandes e Anna Arantes de Almeida


# 6º neto de Manoel de Avellar e Almeida, RJ.



# 6º neto de João Gualberto, 1º Barão de Cajurú a 30/6/1860, MG.


Decreto Registrado no Livro VIII, Pag. 54, Seção Histórica do Arquivo Nacional, com petição feita a 9/6/1860, pelo Visconde do Bonfim e pelo Visconde de Ipanema a Pedro II. Nasc. e bat. em 1797, São João d’El Rei, fal. 21/2/1869, S. Miguel do Cajurú, Ten-Coronel da Guarda Nacional, Comendador da Ordem da Rosa em 1849 e da Ordem de Cristo. O 1º Barão de Cajurú é pai da Viscondessa de Arantes, do 2º Barão de Cajurú e da Baronesa de São João d’El Rei.


# 7º neto do Capitão-Mor de Aiuruoca Antonio de Arantes Marques, MG.



# 8º neto de Caetano de Carvalho Duarte, MG.


# 9º neto de Antonia da Graça (3 Ilhoas), MG.




# 10º neto de André Ribeiro do Valle, MG.


# 14º neto de Balthazar Moraes Antas, *1537 em Portugal, 1556 estava no Brasil, a 30/1/1579 Juiz da Vila de São Paulo, SP, com Carta de Nobreza e Pureza de Sangue, reconhecida a 23/11/1580, por Cosme Rangel de Macedo, Ouvidor Geral de toda a costa do Brasil e São Vicente, e registrada na Câmara de São Paulo em 1670.



# 15º neto de João de Arantes, *1460, Morador da Casa Real, a 2/1/1488 Condestável d’El Rei João 2º, em 1495 é Senhor de Romay, Escudeiro Fidalgo, Portugal.



 # 29º neto de Afonso Henriques, 1º Rei de Portugal a 25/7/1139, em 31 gerações contínuas em 901 anos de história. Base de dados genealógicos: Roglo (http://roglo.eu/roglo?).



Os textos desse site podem ser reproduzidos, desde que se informe o autor e o endereço do site.
 
Genealogia e Historia = Autor Anibal de Almeida Fernandes